RESENHA + SORTEIO |e-book Autoramente! 1

Autoramente! 1
Autores: Fabio Alex, Teresa Helsen, Henggo, Elizeu Cadena, Ester Costa, Tarik Alexandre, Georg Trakl (William Teca)
Ano: 2017
Editora: sem editora, livro independente
Sinopse:

A revista Autoramente! lançou sua primeira edição em Novembro/Dezembro de 2016 na plataforma Yumpu, especifica para publicação de revistas online, e segue então com a proposta de publicação de textos pelo concurso literário, além de matérias com autores independentes. Este formato e-book foi feito pensando em tornar a revista um pequeno livro, com todos os textos literários publicados nela e mais alguns convidados. Neste material, portanto, não existem matérias sobre escrita ou qualquer coisa do gênero. Apenas textos literários.
A cada edição da revista Autoramente! faremos uma versão com essa linguagem do livro.

É interessante perceber que não existe uma linha temática que una os textos apresentados no e-book, visto que é um livro que reúne as histórias publicadas na revista e mais alguns textos convidados.

Os textos são muitos diferentes entre si, desfechos, enredos e escritas diferentes, o que acabou por trazer uma variedade gostosa à leitura. Algo que todas as histórias me trouxeram de semelhante foram as primeiras sensações ao ler cada um deles, pois o leitor começa com uma ideia e ao final, percebe que não era nada do que ele estava pensando, o que é bom para fazer a leitura correr bem sem repetições.

As quatro primeiras histórias são as publicadas pelo concurso literário, e ao chegar ao final delas, entendemos que não se tratam necessariamente de contos, mas algumas podem ser fragmentos de um enredo maior. Isso pois, ao final, existem links convidando o leitor a conhecer mais sobre a obra ou o autor. Só isso caracteriza um tipo de texto diferente, que sugere que pode haver uma continuação (como de fato, alguns dos textos tem). No entanto, existe uma unidade narrativa que começa e termina sem pedir por mais explicações, mas claro, se o leitor tiver interesse, poderá seguir o link e saber se há algo além.

o primeiro texto é de Fabio Alex, Aquele que espera nas Sombras. Sendo o primeiro conto do e-book, foi aquele o qual senti o maior impacto. O primeiro parágrafo nos traz a descrição do ambiente em que toda a história se passará. Uma casa escura, meio assustadora, iluminada apenas pela luz dos relâmpagos na tempestade do lado de fora. Um ambiente meio perturbador para uma simples conversa entre amigos, que é o que acontece dentro do mausoléu que é a casa de Emília.

A conversa entre os amigos acontece naturalmente, sem que o leitor saiba do que se trata, como se chegássemos no meio do assunto. Em uma escrita cheia de metáforas e outras figuras de linguagem, Fábio Alex traz ao leitor um texto cuja função se encontra oculta nas entrelinhas. Ele prossegue o enredo aos poucos, mas sem correr com a história, o que acarreta um conto maravilhoso e um final devidamente surpreendente.

Entre o crime e a lei,  de Teresa Helsentraz uma escrita mais simples e de fácil assimilação, e a escritora não fez rodeios ao esclarecer o enredo ao leitor.

A primeira frase do conto foi capaz de resumir grande parte dele: Onde ela está?. Com apenas três palavras, me senti já totalmente imerso no conto, pois sabia do que a história iria tratar-se, o que me impediu de ficar perdido tentando agarrar o contexto.

O conto narra a preocupação de Cláudia, que está tensa por não receber notícias da amiga Rebecca. Todos ao seu redor pareciam não ter visto nada de mais em seu sumiço, mas Cláudia sentiu algo podre no acontecido desde o início. Em uma corrida contra o tempo, a mulher busca desesperadamente saber o que aconteceu com a amiga, e em uma encruzilhada envolvendo a polícia, um sequestro e a famosa mafia italiana, o conto rende altas doses de ação e suspense.

A Porta Trancada, de Henggo, é o terceiro texto e de todos, foi o meu favorito, especialmente por minha proximidade com a temática. Em todas as suas partes, sempre me trouxe um misto de sensações, risadas, lágrimas, tensão e emoção! Henggo passeia por praticamente quatro gêneros literários sem alterar o rumo do enredo em nenhum segundo, o que me deixou boquiaberto!

A história é basicamente de uma casa, mas não como as outras. Essa tinha vontade própria, e transformava a vida de seus proprietários herdeiros em um inferno, pois tentavam vendê-la e a casa sempre dava um jeito de afastar os compradores.

Não darei mais detalhes, pois se der, a surpresa acaba, mas, super recomendo a leitura desse conto!

O último dos textos do concurso se chama Histórias do João do Lago, de Elizeu Cadena.

“Piá” 

Mesmo que a história não tenha dito sua localidade em nenhum momento no início da narração, essa palavra bastou para que eu me jogasse na região de sul. Região que eu pessoalmente gosto muito.

João do Lago é um velho contador de histórias que reúne um público para ouvir suas narrações. Com seu chimarrão e bengala, esse senhor narra suas histórias e atrai a atenção de muitos. Quando ele conta que viu uma ursa com roupa de enfermeira, achei que fosse uma metáfora, mas não! Era uma ursa MESMO. E depois de por o terror ao falar da “bichona”, como ele mesmo fala com suas expressões interioranas, manda um aviso aos que o escutam: Tomem Cuidado. Um toque de fantástico regional encantador.

Então, esses contos foram os publicados na 1ª edição da revista e que concorreram ao prêmio (caso queira conhecer os três ganhadores e conferir uma resenha mais detalhada, clica aqui!).

No “segundo momento” do livro, temos mais três textos de autores convidados.

Começamos com o poema Die Raben (os corvos) de Georg Trakl, poeta austríaco do inicio do seculo XX, em tradução do poeta curitibano William Teca, que apresenta um pouco mais do expressionismo e subjetivismo de Trakl, não tão famoso aqui por essas plagas.

Tarik Alexandre com o texto – que ele não nomeou – vai aos poucos, com suas palavras desenhando imagens, sugerindo texturas e cores ao falar – a grosso modo – de um dia de trabalho. Seu texto nos pede uma atenção aos sentidos e nos embala de forma suave diante a pintura que apresenta.

E por último, Ester E. Costa com seu conto “Para Sempre, Camille” me arrepiou do começo ao fim. Uma linda narração com um final trágico, que infelizmente traz a realidade nas periferias de nosso país. Pessoas boas pagam pelo que as pessoas ruins fazem.

Em geral, o livro é curto, porém as diferenças de climas das histórias e narrativas nos fazem sair de um humor para outro. O que por um lado pode confundir alguns, por outro permite uma leitura compassada, que pode ser feita e fruída aos poucos.

Então, fica a recomendação e o convite para o e-book Autoramente! 1. Está disponível em formato mobi (kindle) e epub gratuitamente na loja online do Clube de Livros.


Nas edições já lançadas da revista, foram feitos marcadores para os contos vencedores na votação popular. Vamos sortear aqui um kit de marcadores do Clube de Livros, com SEIS marcadores diferentes! Quem quiser é só comentar aqui #QueroKitClubedelivros e dizer qual das histórias publicadas no e-book foi a preferida – aqui resenhado, e torcer. Vamos dar o resultado em duas semanas (dia 7 de Novembro).

kit clube

PS: Lembrando que o envio gratuito será feito apenas para território nacional. O ganhador será contactado por e-mail e se não responder no prazo de 3 dias, o sorteio será refeito. Quem não utilizar a hashtag e comentar o que se pede será desclassificado.

Facebook Comments

9 comentários em “RESENHA + SORTEIO |e-book Autoramente! 1

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: