ENTREVISTA + SORTEIO | Victor de Abreu

Olá pessoal! Como vocês estão? Como prometido, hoje vamos conhecer um pouco mais sobre Victor de Abreu e sua obra: Zaibref. Ansiosos?

Victor tem 25 anos e é da cidade de Rio Grande bem ao sul do estado RS. Desde criança o seu hobbie favorito é jogar videogames. Escrever, ler mangás, e livros foram paixões adquiridas em sua adolescência. Victor nos contou ainda que criar histórias é hoje em dia sua forma principal de lazer. Atualmente é formando em Letras Inglês na Universidade Federal de Rio Grande.

Curiosos para saber mais? Sem mais delongas vamos a entrevista (risos).

395981_276217365769804_1086674989_n

Clube de Livros: Bom, Victor, como foi o processo de criação do Zaibref? Qual parte você diria que foi a mais complicada?

Victor de Abreu: O Zaibref original começou em 2012 quando me deu vontade de criar uma história semelhante as que eu via nos meus jogos de rpg favoritos. Eu imaginava algo tranquilo até começar. Criar um mundo novo, cultura nova, cidades, politica, hierarquia, culinária… Tudo foi uma tarefa complicada, mas muito gratificante. Eu criei muitos personagens, cidades, reinos até chegar a algo que me agradasse de verdade. Em especial, o sistema de magia que foi um desafio e tanto e os personagens principais que eu gosto bastante. As lendas, o mundo de Ermyros, os continentes… Demorou anos mas consegui chegar lá.

C.L.: Quais foram suas inspirações para criar o mundo de Ermyros?

V.A.: Um jogo chamado Final Fantasy 5. O enredo do jogo consiste em 4 heróis, um andarilho, uma princesa, um velho guerreiro sem memória e uma pirata que tem a tarefa de proteger os 4 cristais que aprisionam um terrível mal que quase destruiu o planeta. Os cristais são cristal de fogo, vento, água e terra. O que eu fiz foi colocar características dos 4 elementos em cada continente e criar um símbolo lendário para eles. Algo semelhante ao que acontecia no jogo onde a localização dos cristais tinha características desses elementos. Daí veio a inspiração.

C.L.:Zaibref é sua estreia no ramo literário? Ou você já tem outras obras publicadas há certo tempo?

V.A.: Sim, é a minha estréia. Eu tenho duas obras em andamento no wattpad e um livro de distopia que está pronto, só falta revisar. Mas livro, livro mesmo foi o Zaibref.

C.L.: Os personagens conhecidos no decorrer da história tem alguma personalidade sua ou de pessoas que você conheça?

V.A.: Os protagonistas, os gêmeos, tem claras inspirações em mim e na minha irmã mais velha. Por exemplo, ela se irrita quando eu chamo ela de baixinha e vem me bater de brincadeira. A única coisa que eu fez foi exagerar na irritação da personagem, minha irmã não é explosiva assim. Os pais dos gêmeos foram inspirados nos meus pais. Eles são muito trabalhadores e superprotetores também.

C.L.: Em certos momentos da vida ter o apoio de alguém próximo faz a diferença, não é mesmo? Seus familiares e amigos te apoiam nesse sonho de ser escritor?

V.A.: Faz muita a diferença. Eu tenho total apoio da minha família e amigos. Isso me motiva a continuar escrevendo com certeza. Claro que já era meu hobbie e eu me divirto muito inventando histórias e personagens. O apoio me dá aquele empurrão pra continuar e continuar.

WhatsApp Image 2017-12-26 at 22.08.21

C.L.: É visto que ser autor nos dias atuais é algo que exige constante persistência e garra. Você enfrentou muitos percalços para publicar sua obra? Poderia dividir conosco a experiência?

V.A.: Acho que ter o livro aceito por editoras mas não ter dinheiro pra assinar o contrato foi complicado. Na época, eu não tinha ideia que machucava tanto o bolso para se publicar. Por isso, por enquanto, vou ficar nas plataformas de publicação independentes. Está sendo um aprendizado excelente nesse tempo.

C.L.: Já tem alguma data prevista para o lançamento do segundo volume da série?

V.A.: Sim. Depois que eu terminar as revisões dos livros atuais, o próprio zaibref e o outro que eu comentei, pretendo focar ao máximo no segundo volume. Provavelmente em fevereiro. Não ou me apressar tanto.

C.L.: Tem algum conselho/dica para os autores que também querem seguir o modo independente de publicação?

V.A.: O principal que eu tenho é não se afobar ao jogar a obra nas plataformas. Digo isso por experiência própria. Não é porque é algo fácil publicar nesses sites que tu vais ser um pouco desleixado com a obra. Admito que eu cometi esse erro e estou aprendendo muito com ele. Eu poderia ter lido o Zaibref mais vezes, ter lido mais a respeito de diagramação, prestado mais atenção em dicas para escritores… Não que eu ache que fui desleixado com a obra mas, no meu ponto de vista de hoje em dia, ela não estava pronta de fato. Com esse aprendizado, eu sei o caminho para mostrar meu trabalho com uma forma melhor. Essa é a minha dica. Tenha paciência e seja cuidadoso com sua obra. Os leitores valorizam muito quando o escritor mostra carinho por aquilo que escreve.

 

Entrevista feita por Pedro Castellan e Clube de Livros

PS: para saber mais do livro Zaibref – o caminho da ascensão, acesse aqui. Para adquiri-lo em formato impresso, acesse aqui. Para formato e-book, acesse aqui.

SORTEIO, para participar, basta comentar neste post que quer ganhar o kit com 3 marcadores do Zaibref e pronto! o sorteio será feito em duas semanas!

Facebook Comments

Um comentário em “ENTREVISTA + SORTEIO | Victor de Abreu

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: